Curiosidades

Na calçada com Pavesi

A expressão autoestrada da informação foi usada pela primeira vez em 1978 por um jovem senador chamado Albert Arnold Gore Jr. O termo só se tornou popular em meados dos anos 90, quando o futuro vice-presidente norte-americano já estava no seu terceiro mandato. Também conhecida por infobahn, trata-se de uma expressão popular para se referir aos sistemas de comunicação digital como um todo e à Internet em particular. De forma geral, tudo que se encontra na rede mundial de computadores está a circular por esta autoestrada da informação.

Não sei se alguém já usou o termo calçada da informação, mas se não usaram, faço eu. Para mim, calçada da informação é aquele espaço onde as pessoas que estão a circular pela autoestrada da informação param e se sentam para conversar, como nos velhos tempos.

Pensei nisso ao observar o trabalho de um senhor chamado Paulo Pavesi, que quase todas as noites põe uma cadeira imaginária na calçada da autoestrada da informação e as pessoas vão-se achegando. Pouco a pouco, milhares de internautas acabam “sentados” com Pavesi a conversar sobre os mais diversos assuntos. Juntei-me a eles há pouco, mas já estou viciado.

Pavesi é o que popularmente se convencionou chamar de youtuber, mas por favor, não confundam Paulo Pavesi com Kéfera Buchmann, Whindersson Nunes ou, Deus-o-livre, Felipe Neto. Nada disso, Paulo Pavesi é um youtuber que vale a pena assistir, pois é um youtuber que nos faz pensar.

Quem acompanha o meu trabalho, aqui no Notícias de Sião, sabe que tenho uma máxima: “Se a Esquerda diz uma coisa, pode apostar sem medo no oposto!” Venho seguindo esta lógica há quase 30 anos, quando me tornei editor de uma publicação pela primeira vez e não errei nunca. Se a Esquerda, em bloco, afirmar alguma coisa, pode apostar imediatamente no oposto. Não falha nunca!

E foi assim que conheci o Pavesi. Quando a Esquerda embarcou em massa na hashtag metoo, pensei logo que havia aí uma farsa. Surgido nos asquerosos bastidores de Hollywood, o metoo tomou conta do mundo e desembarcou com estilo no Brasil, através de denúncias indiscriminadas de violência contra a mulher; violência que sempre existiu, que é lamentável em todos os sentidos e que quem a pratica não merece comiseração. Ou seja, este tipo de violência sempre existiu, mas como ainda não tinha uma hashtag para chamar de sua, a metoo assumiu este lugar.

Denunciar violências, seja contra a mulher, contra o homem, contra os animais ou até mesmo contra a língua portuguesa é algo saudável e necessário, o problema é quando a Esquerda se apossa da instituição “denúncia” e faz dela um instrumento ideológico. Aí pode esquecer, pois vira palhaçada mesmo.

E denunciar a denúncia passou a ser a atividade principal do Paulo Pavesi. E foi assim que ele começou a aglutinar um grupo de pessoas ao redor de si numa interessantíssima calçada da informação, grupo este em que eu, orgulhosamente, me incluo.

Não vou entrar aqui em detalhes sobre quem é Paulo Pavesi, pois há, literalmente, centenas de vídeos onde ele mesmo se explica. Para isso, basta acessar o seu canal no Youtube, canal que tem o nome de Conexão Pavesi. Deixo no final desta matéria o link para um dos vídeos onde Pavesi traça uma panorâmica da sua luta e o link principal do seu canal. Recomendo vivamente que meus leitores o assistam.

Sendo eu um blogger focado nas questões sionistas, porque interessei-me por Paulo Pavesi e por sua luta?

Além da afinidade com a ojeriza que sentimos em relação à Esquerda, eu e o Pavesi temos também em comum a luta contra as fake news. Ele, como eu, já lutava contra as inverdades da mídia muito antes da expressão fake news se tornar popular. Pavesi na sua luta heróica contra a máfia dos transplantes de órgãos no Brasil e eu na minha cruzada estóica contra os inimigos de Israel.

Outro ponto em comum entre eu e Pavesi é que ambos enfrentamos o terrível patrulhamento da Esquerda, que através de estratégias e artimanhas procuram cercear nossa liberdade de expressão através de bloqueios e interdições do que publicamos na tal autoestrada da informação.

Neste Shabbat, onde mais uma vez Israel esteve no centro das fake news pelo que está acontecendo junto à fronteira com a Faixa de Gaza, eu convido meus leitores a acompanhar, desde Londres, onde mora, uma live do Pavesi no seu canal do Youtube.

HORÁRIOS DA LIVE DE PAULO PAVESI
Londres: 24H00
Lisboa: 24H00
Brasília: 20H00
Jerusalém: 02H00

Para conhecer a história de Paulo Pavesi, assista o vídeo abaixo.

Para conhecer a luta do Notícias de Sião contra as mentiras da Esquerda, clique nos links abaixo.

Como a mídia manipula as notícias contra Israel

Como a verdade sempre vem à tona

Um rigoroso Estudo de Caso de manipulação esquerdista

REDAÇÃO DA ANDS

CLIQUE ABAIXO, FAÇA UMA DOAÇÃO E AJUDE O NOTÍCIAS DE SIÃO A CONTINUAR PROPAGANDO BOAS NOVAS COMO ESTA.

Faça sua doação para apoiar o Notícias de Sião
donate-jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s