Antisemitismo

A ESQUERDA ABESTALHADA E O QUADRO DESTRUÍDO

Não sei quem é mais besta, os Esquerdistas ou os Adoradores dos Esquerdistas. Vejam esta notícia e digam-me lá se não tenho razão.

Banksy é o autor da tela “Girl With Balloon” (Menina Com Balão), um quadro “grafitado” por um esquerdista secreto, conhecido pelo nome de Banksy.

Quem é Banksy? Ninguém conhece, ninguém nunca viu. O que sabemos de Banksy é que ele é britânico, esquerdista, anticapitalista e, claro, antissemita.

Mas pobre Banksy não é. Normalmente é chamado de “artista de rua”, o que leva os mais incautos a pensarem que se trata de um daqueles pintores que ficam desenhando pessoas a troco de uns trocados, com perdão do trocadilho.

Mas não, Banksy e riquíssimo! Viaja o mundo todo pichando paredes, anonimamente, é claro, e de vez em quando vende alguns dos seus quadros a preços exorbitantes, afinal de contas é preciso viajar e comprar o último iPhone.

E Banksy não é só riquinho não, ele é rico mesmo. No ano passado, Banksy abriu um hotel em Israel, mas não no lado judaico e sim no lado árabe, em Belém da Judeia. O hotel chama-se The Walled Off Hotel, numa alusão à forma como os árabes chamam a cerca de proteção que Israel construiu para evitar atentados terroristas.

Na noite desta sexta-feira, 05, a Sotheby’s, a famosa casa de leilões inglesa, leiloou a “Girl With Balloon” que acabou vendido por 1,2 milhões de euros, ou 5 milhões e 300 mil reais.

Assim que o quadro foi arrematado, e diante de uma plateia atônita, um triturador de papéis, engenhosamente instalado na base do quadro, foi acionado. Em poucos segundos, a obra começou a passar pela destruidora de papel, aparecendo já em tiras pela parte inferior da moldura.

Ao Financial Times, os responsáveis da casa de leilões disseram que já entraram em contacto com o comprador da obra e que estão “a discutir os próximos passos”.

Acredita-se que a pegadinha tenha sido preparada pelo próprio artista. O diretor da Sotheby’s afirmou, depois da cena grotesca: “Fomos ‘Banskyados’”, numa alusão ao estilo misterioso do artista.

Bem feito, não só para os fãs do “artista” como para o comprador do quadro. Claro que Banksy não embolsará o 1,2 milhão de euros, mas o que é isso para ele? Afinal, sempre haverá trouxas dispostos a pagar 163 dólares por uma diária no seu hotel, mesmo sabendo que na mesma região a média de preço de hotéis melhores rondam a casa dos 50 a 60 dólares.

E no hotel, claro, poderão sempre comprar algumas “peças exclusivas” feitas pelo artista e vendidas por valores bem exclusivos também. Claro que estas “obras de arte” são na verdade objetos de mensagens subliminares antissemitas.

Neste mundo, não faltam esquerdistas endinheirados dispostos abrir suas carteiras Louis Vuitton para pagar alguns milhares de dólares por uma tela de grafite, desde que estas protestem contra a maldade dos judeus.

E quanto aos “palestinos”?! Bem, uma vez ou outra o “artista” distribuiu uns pedacinhos de bolo junto à cerca de proteção para poder conseguir boas fotos que impulsionem o marketing dos seus negócios.

Afinal de contas, nem só de grafite vive a Esquerda.

ANDS | EXPRESSO

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s