Antisemitismo

O FACEBOOK DE DRISS OUKABIR

ANTISSEMITISMO, NEONAZISMO, HIP-HOP E DEFESA DA CAUSA PALESTINA.

Tão logo foi identificado um dos autores do atentado terrorista em Barcelona, acessamos a página pessoal do suspeito no Facebook. Driss Oukabir Soprano informava no seu perfil que morava em Ripoli, mas que era de Marselha.

Na página havia diversos posts antissemitas, incluindo um vídeo com imagens nazistas. Havia também posts islâmicos refutando doutrinas cristãs. A trilha sonora preferida do terrorista incluía músicas hip-hop e alguns hits marroquinos.

Poucos minutos depois de ser divulgada a autoria do ataque terrorista, o Facebook excluiu a página. Entretanto, conseguimos fazer alguns prints antes da exclusão, prints que compartilhamos abaixo.

COMO O TERROR CHEGOU A LAS RAMBLAS

Driss Oukabir alugou um furgão na cidade de Santa Perpetua de la Mogada. Acompanhado de uma segunda pessoa, ainda não identificada, Oukabir dirigiu-se para um dos centros com maior presença de turistas na cidade de Barcelona. Na região conhecida como Las Ramblas, Oukabir avançou sobre uma multidão matando 13 pessoas e ferindo outras 80. Depois, empreendeu fuga à pé, sendo posteriormente detido. Seu comparsa fugiu num Ford Focus e acabou abatido pela polícia numa suposta troca de tiros.

À medida em que as horas foram passando, as notícias foram esclarecendo o que ainda era obscuro. Driss Oukabir Soprano era de origem marroquina, nasceu em 13 de janeiro de 1989 na cidade de Aghbala e é filho de Said e Fátima Oukabir. Embora apontasse na sua página do Facebook que residia em Ripoli, a polícia informou que Driss Okabir morava legalmente na Espanha.

Nas suas postagens, Oukabir deixava claro seu ranço antissemita e compartilhava vídeos com cariz neonazista. Um dos vídeos aborda a já conhecida acusação de que existe uma conspiração visando o domínio mundial pelos judeus.

Informações preliminares dão conta que Driss Oukabir chegou a ser detido em 2012 pela polícia espanhola, tendo ficado detido na prisão de Figueres.

Num primeiro momento notícias deram conta de que havia dois homens barricados num restaurante turco chamado Luna d’Istanbul, informação que foi posteriormente negada.

Há relatos, ainda não confirmados, de que o Estado Islâmico comemorou o ataque.

IMAGENS DE LAS RAMBLAS APÓS O ATAQUE TERRORISTA

O FACEBOOK DO TERRORISTA DE BARCELONA


Facebook de Driss Oukabir continha diversos posts antissemitas


Uma das postagens louvava a atitude das crianças árabes de Nabi Saleh que são usadas como massa de manobra nas conhecidas Produções de Pallywood


Imagem de um dos vídeos compartilhado por Driss Oukabir


Apologia ao nazismo em vídeo publicado por Driss Oukabir


Timeline de Driss Oukabir


A página de Driss Oukabir pouco antes de ser excluída


O Facebook exclui a página do terrorista de Barcelona

LEIA A ATUALIZAÇÃO DESTA MATÉRIA CLICANDO AQUI

 

ANDS | OBSERVADOR | EL PAÍS

2 respostas »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s