Defesa

AS CRIANÇAS DA INTERFADA

A geração que hoje sai às ruas com uma faca na mão e um ódio na cabeça, nasceu numa família desajustada, cresceu em aldeias dominadas, estudou em escolas manipuladas e alimenta suas emoções em redes sociais aparelhadas.

AO DOMINAREM UMA TERRORISTA PALESTINA OS SOLDADOS ISRAELENSES TIVERAM UMA SURPRESA

Israelense socorre palestina
Soldado israelense socorre terrorista adolescente palestina

Na manhã desta quarta-feira, agentes das forças de segurança neutralizaram uma terrorista que, armada com duas facas, tentou invadir o assentamento judaico de Yitzhar, na Samaria.

Ao perceberem a atitude suspeita da invasora, os militares procuraram intercepta-la, mas ela fugiu em direção à aldeia palestina de Madama.

Após persegui-la por 300 metros, os agentes dispararam tiros de advertência que foram totalmente ignorados. Os soldados então dispararam de forma que a mesma fosse contida.

Ao aproximarem-se da mulher ferida, os agentes da lei descobriram tratar-se de uma jovem de apenas 15 anos. A adolescente foi imediatamente socorrida por um dos soldados e está nesse momento sob cuidados médicos.

A tentativa de atentado desta manhã revela o lado dramático desta primeira Interfada, um movimento via redes sociais que leva crianças e adolescentes palestinos a nutrirem ódio aos judeus desde a mais tenra idade.

A geração que hoje sai às ruas com uma faca na mão e um ódio na cabeça, nasceu numa família desajustada, cresceu em aldeias dominadas, estudou em escolas manipuladas e alimenta suas emoções nas redes sociais aparelhadas.

Aquilo que começou como uma mera diversão juvenil, está a transformar-se numa tragédia humanitária.

Tamimi Ahed

ESCOLA DO TERROR

Tomem como exemplo Tamimi Ahed, a criança que virou símbolo de uma pretensa coragem palestina ao provocar soldados de dedo em riste e que exibe no perfil do Facebook uma foto onde aparece topando de frente com uma soldado israelense.

Tamimi, que passa quase todo o tempo metida em manifestações e provocações na região de Nabi Saleh, diz nas suas informações pessoais que iniciou os estudos na “Escola do Terror” e atualmente cursa a “Faculdade da Malandragem”.

O que esperar de uma geração dessas.

2 respostas »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s