Breaking News

HAMAS É NOVAMENTE TERRORISTA

UNIÃO EUROPEIA RECORRE DA SENTENÇA DE RETIRAR HAMAS DA LISTA DE ORGANIZAÇÕES TERRORISTAS

Hamas-Children

Os chefes de diplomacia da União Europeia decidiram recorrer esta segunda-feira, 19, da decisão do Tribunal Geral da União Europeia que em dezembro passado ordenou a retirada do grupo palestino Hamas da lista comunitária das organizações terroristas. Parece que os recentes acontecimentos na França abriram os olhos dos europeus para a real periculosidade do terrorismo islâmico.

A União Europeia havia retirado o Hamas da lista dos grupos terroristas por achar que as ameaças do grupo ficariam circunscritas ao Oriente Médio, sendo Israel o alvo único. No entanto, os atentados contra o jornal satírico Charlie Hebdo veio demonstrar que ninguém está imune ao terrorismo sem fronteiras e que apenas boas intenções não bastam, por isso a diplomacia do Velho Continente voltou atrás e recorreu da decisão do Tribunal Geral.

A decisão, tomada no início de um Conselho de Ministros dos Negócios Estrangeiros da UE, em Bruxelas, consagrado precisamente ao combate ao terrorismo, já era esperada, uma vez que, por ocasião da decisão do tribunal, a 17 de dezembro de 2014, a União Europeia indicou desde logo que iria recorrer, pois a decisão do tribunal era legal e não política.

O Conselho indicou hoje que, face a este recurso, os efeitos da sentença do Tribunal Geral ficam suspensos até que o Tribunal de Justiça da UE se pronuncie definitivamente, pelo que o Hamas continua a figurar na lista de organizações terroristas.

A UE incluiu o Hamas na lista de organizações terroristas que criou em 2001 após os atentados de 11 de setembro, nos Estados Unidos.

Em dezembro passado, uma sentença do Tribunal Geral da UE ordenou a saída do movimento palestino da lista de organizações terroristas, mas por “razões processuais”, sublinhando que a decisão legal se baseava “em questões processuais e não implica qualquer avaliação pelo Tribunal das razões de fundo da designação do Hamas como organização terrorista”.

Hamas Terrorists
No Oriente médio “os bons” sempre foram – e continuarão sendo – os israelenses!

COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA LUSA

2 respostas »

  1. Tem certas coisas que, apesar de tristes, me fazem sorrir. Ver o Hamas e a população de Gaza protestando contra a revista “Charlie Hebdo” e comemorando a vitória dos “mártires” que causaram essa tragédia, depois da corte européia tirá-los da lista de organizações terroristas, sinceramente, não tem preço.
    Como diríamos aqui no sul: os europeus estão mais por fora que cotovelo de caminhoneiro!
    Defendem quem quer os matar, condenam quem os defendem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s