Antisemitismo

É PARADOXAL MEU CARO WATSON

NO FACEBOOK AS VIDAS DE CINCO CRIANÇAS PALESTINAS VALEM MAIS QUE DE MIL CRIANÇAS SÍRIAS

Chamem o Benjamin Netanyahu para fazer um desenho que agora quem não está entendendo nada sou eu!

Numa única chacina, 49 crianças sírias foram assassinadas.
Quantos protestos você viu no Facebook?

Cinco crianças foram mortas na Faixa de Gaza e a brigada-anti-Israel-na-web tomou o Facebook de assalto. O extranho é que mais de mil foram chacinadas na Síria e estes mesmos brigadistas NÃO DISSERAM NADA! Além do mais, as crianças assassinadas na Síria foram escolhidas de forma objetiva, específica, e seus assassinatos eram direcionados. Os assassinos escolhiam as crianças e atiravam friamente com o objetivo único de causar impacto em seus pais, de intimidá-los.

Recentemente um jornalista da CNN levantou esta questão: “Por que um regime, mesmo uma ditadura brutal [como a de Assad], envia seus capangas para matar mulheres, crianças, até bebês? Faz algum sentido, mesmo diante da lógica distorcida que é um conflito armado de rebeldes contra tiranos?”

A resposta a este questionamento é de revoltar qualquer pessoa sensata e não é algo restrito à realidade síria. Há uma “lógica” perversa e doentia que perpassa os demais movimentos daquilo que se convencionou chamar de “Primavera Árabe”. Para os repórteres da CNN que cobrem a guerra civil síria, Bashar al Assad está tentando restaurar o equilíbrio através do medo, pois este é a arma mais poderosa que os tiranos tiveram nas mãos ao longo da história. E matar crianças faz parte desta macabra estratégia de intimidar a oposição.

Já as crianças que morrem em Gaza prestam-se, involuntariamente é claro, a outro macabro papel: Servir de propaganda midiática para os escusos propósitos do grupo terrorista Hamas. Estas crianças, que já tem suas mentes obliteradas pelo massacrante doutrinamento islâmico, são agora usadas como escudos humanos com o propósito único de gerar fotos como estas que estão sendo usadas no Facebook.

O que tenho achado interessante, para não dizer outra coisa, é o paradoxo de alguns desses protestos. Afinal de contas, entre os milhares de mortos na Síria, além das crianças e mulheres, há dezenas de homossexuais, pois tanto o regime de Bashar al Assad quanto os rebeldes têm ojeriza a tal “diversidade”. Entretanto, muitos dos facebookianos anti-Israel surpreendente são gays ou simpatizantes da causa. Fico cá com uma dúvida: Estes nobres defensores das crianças árabes são mal informados, estúpidos ou as duas coisas juntas?

Respondendo a uma das provocações que li no Facebook eu escrevi a seguinte mensagem logo abaixo da foto das crianças mortas em Gaza:

“É realmente impressionante a insensatez dos pais árabes! Enquanto Israel constrói abrigos anti-bombas para proteger suas crianças dos mais de 1.400 mísseis que foram lançados SÓ NESTE ANO CONTRA ISRAEL, os árabes colocam suas crianças justamente nos locais de onde partem os foguetes, pois sabem que Israel terá que neutralizar as bases de lançamento e com isso imolam seus filhos em troca de fotos como estas. Fazer o que, está no DNA religioso deste povo oferecer os filhos para a morte. E a sorte deles é que se trata de Israel, que tem uma política de atacar apenas os pontos de lançamento, pois se a guerra fosse entre eles mesmos aí é que a coisa seria feia. Haja visto o que está acontecendo com as crianças da Síria e que podes ver nesta reportagem de um jornalista… árabe.”

CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ASSISTIR REPORTAGEM DA TV CNN SOBRE A MORTE DE CRIANÇAS ÁRABES LEVADA A CABO PELOS PRÓPRIOS ÁRABES

pkg-jamjoom-houla-children-salughtered.cnn

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s