Antisemitismo

ANTISSIONISTA E LÉSBICA

INCOERÊNCIA POUCA É BOBAGEM

Ser lésbica e incoerente para mim é pleonasmo, mas ser lésbica e defensora dos regimes árabes é… é… é… Sei lá.

Tem certas coisas que eu vou morrer sem entender! Vejo pessoas soltando fogos pelo fato dos EUA ter eleito a primeira senadora lésbica. É o triunfo de uma incoerente! Que ela tenha a cabeça confusa, eu compreendo e tenho pena, mas lamento que os eleitores do Winsconsin não liguem mais para algo tão valorizado no passado: A coerência dos seus representantes. Há alguns anos, se viesse à tona uma mínima atitude dúbia de algum candidato, isso já era suficiente para que ele fosse obrigado a abandonar a campanha. Os eleitores não confiavam em representantes contraditórios e pronto!

Não vou polemizar quanto às opções preferenciais da senadora; e ela deve dar graças a Deus por morar num país onde predomina a cultura judaico-cristã, pois graças a isso ela é livre para fazer suas escolhas, mesmo que tais escolhas sejam condenadas por esta cultura. Já o único país do Oriente Médio onde a agora senadora pode caminhar em segurança é Israel! Em qualquer outro ela correria riscos, pois seria considerada duplamente Filha de Satã; primeiro por ser americana e depois por ser lésbica. Sem contar que seria uma Filha de Satã de segunda categoria, pois é mulher e ser mulher nos países árabes é ser de segunda categoria. O impressionante é que mesmo diante disso tudo, o único país do Oriente Médio que a nova senadora ataca sistematicamente é justamente… Israel!

Ao longo de sua carreira na Câmara dos Deputados, Tammy Baldwin tem sido nada menos do que hostil à aliança EUA-Israel. Ela acusou Israel de crimes de guerra, fez amizade com grupos anti-Israel, se recusou a assinar cartas bipartidárias de apoio a Israel, e defendeu o famigerado e difamatório Relatório Goldstone!

Sugiro que a senhora – ou senhor – Tammy Baldwin vá comemorar a vitória tomando um chazinho com Ahmadnejad, pois para compartilhar seu ódio a Israel ela não encontrará melhor parceiro. Já em relação à outro tipo de “parceiro”, é bom manter recato quando da passagem por Teerã, senão…

1 resposta »

  1. Lamentavelmente isto não ocorre somente com esta senhor(a). Boa parte dos detratores e anti-sionistas jamais poderiam pisar em terras sob o domínio islâmico.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s