Desinformação

ESTOPIM

VAMOS PARA MAIS UMA GUERRA?

Os iranianos avisaram que o rastilho de pólvora vai de Teerã à Tel Aviv. Israel está preparado e responde: Tudo o que vai, volta. Ou seja, o rastilho pode ir de Tel Aviv até Teerã também.

Jornalismo tendencioso não é mais novidade, mas continua a revoltar.

O hotsite Opera Mundi do Portal UOL publicou matéria sobre as declarações deste sábado do Presidente de Israel a respeito da situação do Irã. Para Shimon Peres, um ataque contra o país dos aiatolás torna-se “cada vez mais verossímil”.

Até aqui nenhuma novidade, pois há meses estamos assistindo a uma verdadeira crônica de um ataque anunciado. O curioso é o destaque que o Opera Mundi dá para a matéria: ESTOPIM! Exatamente assim, grafado em destaque, caixa alta, sobre um fundo vermelho.

Quando chegamos à manchete, somos levados a crer que o cruel Estado de Israel está, uma vez mais, sedento para começar um novo conflito no Oriente Médio: Presidente de Israel incentiva ataque militar contra o Irã.

Ora, segundo aquela onipresente enciclopédia virtual, estopim é o termo utilizado no Brasil “como” e “para” designar tudo aquilo que irá provocar uma explosão. E, didaticamente, continua: Estopim é um “caminho, de pólvora, gasolina ou óleo, que propaga o fogo no chão.”

Certíssimo. Percebe-se portanto que estopim não é algo que surja repentinamente, como por obra do acaso. Há que ser planejado, preparado, estruturado. E é justamente isso que o Irã vem fazendo há anos. O rastilho vem sendo estendido e seu caminho aponta para um único alvo: Israel.

Infelizmente – e novamente – os judeus estão às portas de mais um conflito. Mas, não atribuam ao Estado de Israel ou aos seus dirigentes a responsabilidade pelo que está por vir. Quem estendeu o rastilho que aguente as consequências.

Recentemente, por ocasião das homenagens às vítimas da Shoah, no Dia Internacional de Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto, o Primeiro Ministro israelense Benjamin Netanyahu afirmou: “A vontade de destruir o povo judeu não mudou, o que mudou foi a nossa capacidade de nos defendermos e a nossa determinação para fazê-lo.”

O rastilho armado pelos inimigos de Israel perfaz um longo caminho, que vai de Teerã à Tel Aviv. E como tudo o que vai, volta, este rastilho também liga Tel Aviv a Teerã. Ganhará portanto quem tiver maior poder de fogo.

Virão buscar lã, mas sairão tosquiados.

8 respostas »

  1. A mídia brasileira e sempre tendênciosa e parcial quase sempre colocando Israel como o cupado aqui não e possível vê na tv as notícias sobre as ameças que o presidente do Irã faz questão de proferir contra os Judeus a mídia brasileira e de viés esquerdista e o governo também a mídia está copitada pelo governo e está cada vez mas parcil o Brasil caio 40 posições no ranque de liberdade de imprensa iso e so ocomeço ou povo acorda e se depender da mídia não vai eu não sei oque sera da fragio democracia Brasileira do nosso País

    Curtir

    • vc e um visionario ve o que ninguem consegue ver, a midia brasileira contra israel nuclear e EUA imperialista, deve bem estar a favor do irã, e dos palestinos que devem ser libertados da opressão judia, assim com foi a favor ou pelos menos ponderou a questão de kadafi, saddan… O que mais maluco, não faça este elogio a midia brasileira ela não merece!

      Curtir

  2. Sem dúvida a imprensa do Brasil é tendenciosa. Porém, podem caluniar Israel que o SENHOR sempre estaré no controle de tudo e defenderá a menina de seus olhos. Oremos pela paz de Jerusalém!

    Curtir

  3. Obrigado pelas informações. Estou acompanhando as informações pelo Notícias de Sião! Por favor, nos deixe atualizados sobre as novidades a respeito desse possível conflito. E a Dilma em Cuba com aquelas declarações esdrúxulas sobre o direitos humanos… Será que vai se pronunciar a favor do Irã? Não duvido…

    Curtir

  4. Como é bom ter esperança em quem pode realmente garantir esperança, já fomos avisados, e vem aí o “MONDEX MOM”, ETC.,MARANATA!, grande abraço Roberto, sempre em batalha de oração, prossiga, Deus tem propósitos.

    Curtir

  5. Abençoados serão os que abençoarem – e defenderem – Israel!
    Como seria bom se a verdade sobre Israel fosse contada e bem entendida por todos!
    Faz-se, portanto, a necessidade desse cuidado especial a favor do povo de Deus! Tenha sempre na ponta do lápis – ou melhor, nas teclas do computador! – um instrumento de defesa a favor desse amado povo!!

    Ailton Leite

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s