Humor

VIRAMOS PIADA

Latma TV: Atitudes dos nossos governantes maculam a imagem dos brasileiros.

VIRAMOS MOTIVO DE PIADA. OU MELHOR, ELE VIROU.

É impressionante a simpatia que o israelense – seja ele árabe ou judeu – tem pelo Brasil. E, por extensão, pelos brasileiros. Caminhar com uma camisa da Seleção pelas ruas de Israel é garantia de atendimento diferenciado!

Aqui em Israel não é difícil encontrar coisas ligadas ao Brasil. Nas lojas é bastante comum, por exemplo, encontrarmos as legítimas Havaianas (aquelas que não soltam as tiras e não têm cheiro) ou falsificações baratas, que de Havaianas mesmo só têm a bandeirinha do Brasil estampada nas tiras.

Nos bares, um energético mostra a bandeira do Brasil na sua propaganda e os quiosques de Loteria trazem um grande cartaz prometendo polpudos prêmios ligados ao Brasil.

O Programa infantil Dig Dig Dug, muito popular por aqui, vende um DVD especial que mostra uma viagem que o grupo fez ao Brasil.

Sentimos a diferença no tratamento também em relação às autoridades. Por exemplo: Quem vive em Israel já se acostumou com as rotineiras revistas que são feitas em bolsas, mochilas e sacolas nas entradas de prédios públicos, shoppings ou supermercados.

Malas e pacotes maiores acabam passando por máquinas de Raios-X. Isso é natural para os israelenses e ninguém reclama. É o preço que pagamos pela segurança.

Os policiais que nos abordam são bem frios nas revistas. Mas, quando descobrem que somos brasileiros, muitos deles abrem um sorriso enorme. Até nisso somos diferenciados.

Um dia desses, enquanto acompanhava um casal amigo que estava voltando para o Brasil, tive uma experiência bem interessante.

O vôo estava previsto para sair às 6 da manhã e como eu moro em uma cidade estratégicamente ruim para tomar ônibus, tive que ir com antecedência para o Ben Gurion.

Por horas fiquei perambulando pelos corredores do areroporto esperando meus amigos chegarem do hotel. Claro que a cena de um homem circulando com uma mochila pelo saguão do aeroporto acabou por despertar a atenção dos Seguranças.

Fui abordado por um Agente que me pediu o Passaporte. Quando viu o Brasão do Governo do Brasil estampado na capa do Passaporte, ele deu um sorriso e me devolveu o documento sem muitos questionamentos. Os brasileiros de fato são muito queridos em Israel.

Às vezes eles confundem um pouco as coisas. Um dia desses, por exemplo, um grupo de turistas brasileiros foi “detido” por um monte de árabes israelenses que lhes propuseram realizar uma partida de futebol. Parece que, para eles, o fato de simplesmente termos nascido no Brasil já nos transforma em Lúcios e Kakás.

Logo arrumaram uma bola, fecharam a rua, improvisaram duas traves, e lá se foi o grupo perna-de-pau de brasileiros jogar pelada contra um improvisado time árabe. Se minha fonte não exagerou, ganhamos a partida.

Entretanto, a visão que os israelenses têm do Brasil é bastante idílica. Para a maioria deles as nossas praias são estonteantes e seguras; o brasileiro é cordial e honesto e as referências que eles têm do nosso futebol parecem saídas do quadro “Fundo do Baú”.

Para que vocês tenham uma idéia, um dia desses tomamos um taxi em Hod HaSharon com destino a Kfar Saba. Quando o motorista soube que éramos brasileiros, exultou dizendo: “Brazile!? Ô, Brazile! Fútbol! Pêlê, Tostôn, Jairzíno, Guérsson…”.

Pelé, Tostão, Jairzinho e Gérson?! Como se diz no Ceará, “É o novo!”.

Toda essa simpatia que os israelenses nutrem pelos brasileiros, entretanto, está em perigo. Desde a última viagem do nosso Presidente ao Oriente Médio, as pessoas precisam fazer um esforço para entender que o Brasil do passado, o Brasil Histórico, não tem nada a ver com o Brasil de Hoje. Principalmente no que diz respeito à nossa Diplomacia. Infelizmente.

A Diplomacia Brasileira, que Presidiu a Conferência da ONU onde foi votada a Resolução 186 (aquela que criou o Moderno Estado de Israel), é coisa do passado. Brasileiros da estirpe de Oswaldo Aranha e Aracy de Carvalho são raros nas nossas atuais representações diplomáticas.

Mas nada tem causado tanto prejuízo para a imagem do Brasil entre os israelenses do que as desastradas posições tomadas pelo Itamaraty no último Governo.

O apoio dos nossos chanceleres a movimentos párias como a famigerada “Flotilha da Liberdade” e a defesa incondicional de agitadores como Iara Lee, tem feito estragos na nossa imagem.

Já a aproximação do Brasil com o que há de mais reprovável em termos de governos antidemocráticos, cerceadores de liberdade e propagadores do islamismo, aumenta sim a simpatia dos árabes pelo Brasil, mas causa incerteza quanto ao que o futuro reserva na relação, até aqui extremamente amistosa, de judeus com brasileiros.

Até agora, entretanto, o israelense – muito melhor informado que o nosso povo – está conseguindo separar “Governo Brasileiro” de “Brasileiros sob este Governo”.

Nós continuamos sendo bem tratados, reconhecidos, respeitados. Já nossos Governantes, quanta diferença.

Vejam, por exemplo, no vídeo abaixo, a sátira que foi feita por um grupo de humoristas israelenses.

Estes humoristas têm um programa especializado em tiradas políticas e, neste programa, fizeram uma “suposta” entrevista com o nosso Presidente. Tudo bem ao estilo Casseta e Planeta.

Estou compartilhado a brincadeira apenas para que vocês tenham uma idéia de como os israelenses estão vendo nossos representantes.

E antes que algum governista de plantão me critique, digo-lhes que não vejo diferença nenhuma deste vídeo para aqueles onde grupos brasileiros, como CQC e Pânico, fazem troça com presidentes de outros países. Apenas a qualidade intelectual do humor é melhor.

A brincadeira reflete uma verdade incômoda, e eu digo isso com tristeza: Nossas autoridades há muito não vêem se fazendo respeitar.

Quanto a mim, limito-me a duas coisas: Lamentar (que é o que minha consciência manda) e orar (que é o que as Escrituras indicam).

Enquanto isso assista ao vídeo com a “suposta” entrevista do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Enjoy.

Categorias:Humor

6 respostas »

  1. Vergonha nossa! Vergonha não somente pelas escolhas mal feitas e incompetentes do nosso governo, como dizem os humoristas israelenses: “não tem experiência em mediar acordos internacionais… nem muito menos sobre a situação do oriente médio… metendo o nariz onde não é chamado”, mas a maior vergonha é saber que o nosso povo é despreparado em boa informação e análise desta e que está caminhando para eleger o(a) sucessor(a) do “Sr. Lula” na próxima eleição. Este governo não consegue resolver nem os problemas daqui e quer ficar mediando o problema dos outros, e isso sem entendimento e competência. Eu sei que o que nós temos que fazer é orar, mas confesso que tenho tido dificuldades em fazer isso a favor desse governo, mas ainda faço poucas vezes por obediência as Escriutras, mas meu desejo, e acredito que de muitos, é de que ele seja retirado do poder. Seria um mal menor, internacionalmente, já que nacionalmente a coisa anda feia por aqui, longe de sermos felizes como nação pois nosso povo não quer que Deus seja o Senhor, e muito mais agora sendo alvo de maldição por não saber a quem de fato deveríamos nos aliar – a Israel (Gênesis 27:29; Números 24:9; Salmo 122:6).

    Curtir

    • Concordo plenamente, amigo!
      Ao conversar com alguns amigos a respeito, fiquei surpreso pelo desconhecimento sobre o que realmente se passa no Oriente Médio.
      Um abraço.
      Samuel Gomes

      Curtir

  2. Olá Roberto. Seu Blog é muito bom. Uma vergonha o posicionamento do nosso governo. Você é nossos olhos em Israel. Parabéns pelo trabalho e continue assim, destemido e imparcial.

    Curtir

  3. Adorei o blog, meus parabéns!!!
    A atitude do presidente Lula é lamentável, como diz na canção “ele não sabe escolher seus amigos”precisamos mesmo orar! Abraços

    Curtir

  4. O Lula não teve coragem de visitar o túmulo de uma pessoa importante de Israel, porém Yasser Arafat um dos maiores terrorristas da história foi homenageado por ele. Não conseguiu mudar em nada a política opressora de Cuba, da Venezuela e nem da Bolívia. Sinto que esse grupo do PT infelizmente tem simpatia por regimes ditatoriais.

    Curtir

  5. Vocês assistem a isso e sentem vergonha do Brasil? Vão-se embora sanguessugas! Pra uma colonia em.. blá-blá-blá, blá-blá-blá, blá-blá-blá.

    (Informamos que o restante deste comentário foi excluído tendo em vista o fato de que prezamos pela VERDADE)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s